guia do comportamento neutro em festas

Então, você vai passar a noite de ano novo com a família.

– Finja sentir-se muito bem quando rodeado por crianças mimadas, mesmo que sejam seus sobrinhos, e pais exageradamente perfumados. Mulheres assustadoramente produzidas que, normalmente, erram no tom da base ou do corretivo e parecem mascaradas.

– Faça de conta que não está vendo o aparente tédio estampado no rosto dos casais que trepam por obrigação ou nem isso. Lembre-se que é a sua vida afetiva que está uma merda. A deles pode simplesmente estar morna ou linear.

– Presenteie os donos da casa com uma garrafa de vinho importado ou com um objeto de decoração. Repare que a maioria dos apartamentos é dominados pelo branco ou por cores neutras. Alguns cômodos e cozinhas me lembram frigoríficos. Portanto, escolha um objeto colorido.

– Converse sobre amenidades. Exemplo: Receitas de risottos , planos de viagens, novelas e não se esqueça de dizer que: “o importante mesmo é que estamos todos com saúde.”

– Evite o uso prévio de drogas ou álcool [você pode perder a censura e acabar deixando com que as pessoas percebam que você está achando aquilo tudo um saco]

– Vista-se de forma discreta. Não fale palavrões. Se você for fumante, controle-se. Fumar, hoje em dia, tornou-se um atestado de ignorância, um crime. Perto de crianças, nem pensar. #reprovaçãoabsoluta Se quiser fumar, esconda-se na escada e, assim que voltar para festa, vá correndo pro banheiro lavar as mãos e engolir um pouco de pasta de dente.

– Elogie o que você estiver comendo e bebendo. “Hum. Que delícia”. Concorde com as mulheres que dizem que não entram na cozinha. Diga que elas estão certas. Há uma geração de mulheres que ainda considera cozinhar sinônimo de escravidão ou submissão. Normalmente, são as que fazem questão de dizer que não sabem  fritar nem um ovo ou outras idiotices. As mais novas já querem brincar de chef de cozinha e piram com as receitas de Bela Gil ou de Nigella Lawson.

– Não seja a gente boa que trata as babás como parte da família. O momento é definido como íntimo e familiar. As babás, vestidas de branco, estão ali somente para que os adultos possam conversar. São como os garçons.

– Não se aproxime dos membros exaltados. Eles suam e falam alto. Prefira os mais calados. Eles sempre têm algo interessante para dizer.

– Evite falar sobre qualquer assunto que possa gerar polêmica. Seja neutro e concorde com a maioria. Segure as pontas quando um deles quiser te mostrar vídeos e fotos feitas por eles. É extremamente ofensivo dizer: “Eu não faço a menor questão de ver”. Não seja como eu. Não vale a pena.

– Só dê gargalhadas se todos estiverem gargalhando.

– Seja tão importante quanto um abajur  e se ofereça para lavar a louça!

– Se rolar caraoquê, você tem o direito de dizer que vai buscar alguma coisa no carro e nunca mais voltar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *