parabéns para você sem glúten

É só uma festa de aniversário de uma criança de quatro anos, diria minha cunhada, especialista em adestrar inquietos. Chego, sempre sem o presente, e cumprimento todas as pessoas educadamente.
As crianças mais velhas brincam e os animadores tentam dar conta delas e dos bebês, normalmente cercados por uma roda de capoeira formada pelas babás, vestidas de branco. Aliás, se tem uma coisa que me deixa muito constrangida é animador de festa infantil. Aquela alegria exagerada me deixa dura.
Já me escondi muito em banheiro de festa naquele momento constrangedor em que eles pedem a participação dos adultos em alguma das brincadeiras.
Voltando à festa. Chegar sem criança, sem presente e sem alguém já me torna minoria naquele espaço.
A mãe_ minha amiga de infância_ me chama e diz, orgulhosa:
_ Veja o cardápio! Copinhos com cenouras e pepinos, copinhos com castanhas e frutas secas, palitos com pedaços de frutas e tofu, mini-sanduíches de ricota, bolo feito com farinha integral, sem glúten e sem açúcar. Ah! Só estamos servindo suco natural. Nada de polpa! Cortamos refrigerante e bebida alcoólica.
_ Gostou?
_ Gostei! Super Bela Gil. E nós, os adultos, vamos beber o que?
_ Sucos.
_ Que maravilha!
_ Bom, eu vou até a padaria e já volto.
_ Por que?
_ Porque não tenho condições de permanecer sóbria numa festa infantil.
_ Que exagero!
_ Antes de ser mãe, você faria o mesmo.
_ Espera! Quero te mostrar o resto. Eu queria fazer uma reunião simples. Não queria deixar passar em branco, sabe? Mas, sabe como é. A gente começa a fazer a lista e acaba incluindo a família toda, os amiguinhos da escola.
_ Sei.
Aliás, você gostou da decoração?
_ Eu acho que a Galinha Pintadinha não combina com esse cardápio Sá e Guarabyra. Você deveria ter montado uma feirinha orgânica.
_ Silvia, o cardápio é só o cardápio.
_ Não. O cardápio faz parte do conceito. Não me lembro do convite. Era de papel reciclado? #sustentabilidade. Aliás, você deveria ter contratado uma agência de publicidade para pensar em cada detalhe da festa. Peça para esses animadores começarem a cantar Beto Guedes, imediatamente.
_ Para! Achei que você fosse gostar.
_ Quem tem que gostar é você! Não se preocupe comigo. Sou sua amiga. Estou te sacaneando. Os presentes, sinceramente, me parecem ofensivos e você sabe disso. Uma criança ganhar cerca de 50 brinquedos num só dia e com dois anos de idade é uma tremenda falta de educação, em todos os sentidos.
É uma falta de respeito com os valores da criança. Algumas coisas, eu engulo. Outras, não.Vou até a padaria e já volto! Confie em mim. Outros convidados também vão querer misturar suco natural com vodca.

Pensando…

O pior é que, mesmo sabendo disso, os adultos seguem condicionados. As próprias mães e pais dizem, com frequência e sorrindo:

“Criança se diverte com qualquer coisa. Olha lá o Pedrinho. Tem mais de 57 brinquedos educativos e está se divertindo com uma colher de pau e um rolo de papel higiênico”.

Eles [os pais] colocam as crianças em escolinhas construtivistas. E, em casa, o exemplo é justamente o oposto. Um consumismo assustador, uma necessidade de preencher vazios internos com coisas. A desvalorização do simples. Desperdiça-se tudo, inclusive o que não tem preço e talvez seja o único que tenha valor para a criança: o tempo.
Os pais se sentem culpados pela ausência e compram o “vale-perdão” em lojas de brinquedos. A essa altura do campeonato, o conceito que a escola diz que prega já foi para a casa do cacete.

E, eu também.
Como eu não tenho filhos, não abro a boca, porque a resposta é sempre a mesma: “se você fosse mãe, você entenderia”.

PS:

Na saída, dentro do elevador, um menino, aproximadamente 4 anos, pergunta para a mãe:
_ Por que é que a Rosa [ a babá que acompanhava os dois ] está sempre vestida de branco?
A mãe ficou sem resposta e eu fiquei olhando para a minha lembrancinha sustentável!
Um saquinho com sementes, um vaso e um pequeno regador!

Um comentário sobre “parabéns para você sem glúten”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *